Logo Afrique21.tv
Inscrição newsletter Afrique21.tv




 
Favoris et Partage

Jean Pierre Gianotti - Presidente da Société de Banque et d’Expansion

Jibuti é o país mais seguro da região, considerando que à sua volta está a Eritreia que se encontra em dificuldades. Do outro lado, a 20 km, está o Iémen. A sul do Jibuti fica a Somália, que está em dificuldade como todos sabemos, e a leste está a Etiópia. A Etiópia é um país extraordinário porque tem mais de 100 milhões de habitantes e o único ponto de entrada das mercadorias no país é através do Jibuti. É o porto de entrada de todas as mercadorias, por isso, o Jibuti apresenta infraestruturas portuárias de extrema importância face às suas dimensões. É o ponto de entrada para a Etiópia relativamente a todas as mercadorias e, por isso, é um país seguro face a um ambiente repleto de problemas e um ponto económico muitíssimo importante para a África oriental. Na realidade, pode considerar-se que é o hub para a África oriental. Aliás, os chineses compreenderam muito bem esse facto porque consideram que é o início da rota da seda, pelo menos para a África e é por lá que pretendem fazer circular muitas mercadorias e negócios. Além disso, instalaram a sua primeira base militar no estrangeiro no Jibuti, muito recentemente, tendo sido concluída em julho de 2017.

Conteúdo do vídeo: Jean Pierre Gianotti - Presidente da Société de Banque et d’Expansion
O interesse de Jibuti relativamente à sua posição geográfica?
Jibuti é o país mais seguro da região, considerando que à sua volta está a Eritreia que se encontra em dificuldades. Do outro lado, a 20 km, está o Iémen. A sul do Jibuti fica a Somália, que está em dificuldade como todos sabemos, e a leste está a Etiópia. A Etiópia é um país extraordinário porque tem mais de 100 milhões de habitantes e o único ponto de entrada das mercadorias no país é através do Jibuti. É o porto de entrada de todas as mercadorias, por isso, o Jibuti apresenta infraestruturas portuárias de extrema importância face às suas dimensões. É o ponto de entrada para a Etiópia relativamente a todas as mercadorias e, por isso, é um país seguro face a um ambiente repleto de problemas e um ponto económico muitíssimo importante para a África oriental. Na realidade, pode considerar-se que é o hub para a África oriental. Aliás, os chineses compreenderam muito bem esse facto porque consideram que é o início da rota da seda, pelo menos para a África e é por lá que pretendem fazer circular muitas mercadorias e negócios. Além disso, instalaram a sua primeira base militar no estrangeiro no Jibuti, muito recentemente, tendo sido concluída em julho de 2017.

Palavras-chave relacionadas: Djibouti, interesse, posição geográfica

Imagem para redes sociais:
 
 
 
 
   

 

Entre em contato 
 A Afrique21.tv não assume nenhuma responsabilidade pelo conteúdo dos anúncios e vídeos divulgados em www.afrique21.tv